subject
Filosofia, 07.09.2020 02:14 lelerj

TEXTO I “Há já algum tempo eu me apercebi de que, desde meus primeiros anos, recebera muitas falsas opiniões como verdadeiras, e de que aquilo que depois eu fundei em princípios tão mal assegurados não podia ser senão mui duvidoso e incerto. Era necessário tentar seriamente, uma vez em minha vida, desfazer-me de todas as opiniões a que até então dera crédito, e começar tudo novamente a fim de estabelecer um saber firme e inabalável.” (DESCARTES, R. Meditações concernentes à Primeira Filosofia. São Paulo: Abril Cultural, 1973) (adaptado).
TEXTO II
“É o caráter radical do que se procura que exige a radicalização do próprio processo de busca. Se todo o espaço for ocupado pela dúvida, qualquer certeza que aparecer a partir daí terá sido de alguma forma gerada pela própria dúvida, e não será seguramente nenhuma daquelas que foram anteriormente varridas por essa mesma dúvida.” (SILVA, F. L. Descartes: a metafísica da modernidade. São Paulo: Moderna, 2001). (adaptado).
1. A exposição e a análise do projeto cartesiano indicam que, para viabilizar a reconstrução radical do conhecimento, deve-se: *
1 ponto
a) retomar o método da tradição para edificar a ciência com legitimidade.
b) questionar de forma ampla e profunda as antigas ideias e concepções.
c) investigar os conteúdos da consciência dos homens menos esclarecidos.
d) buscar uma via para eliminar da memória saberes antigos e ultrapassados.
e) encontrar ideias e pensamentos evidentes que dispensam ser questionados.
Leia o trecho a seguir: “[…] é quase impossível que nossos juízos sejam tão puros e tão sólidos como teriam sido se tivéssemos tido inteiro uso de nossa razão desde a hora de nosso nascimento, e se tivéssemos sido conduzidos sempre por ela.”
(DESCARTES, René. Discurso do Método. São Paulo: Martins Fontes. 1996, p. 17).
2. A Razão Cartesiana inaugurou, na modernidade, uma forma de se pensar a partir de uma linguagem racionalista, inspirada em modelos matemáticos. Esse modelo racional pretendia servir como guia para o conhecimento da realidade. Sobre o método cartesiano, é correto afirmar que: *
1 ponto
a) tem sua formulação mais bem acabada na obra “Crítica da Razão Pura”.
b) consistia em colocar o mundo, a realidade, “entre parênteses”, operando assim em uma “redução fenomenológica”.
c) foi duramente combatido pelos filósofos contemporâneos a Descartes, não tendo assim exercido influência em nenhuma geração posterior.
d) consistia em duvidar de tudo e, a partir da dúvida, reconduzir o pensamento à possibilidade da realidade, processo que se sintetiza na frase: “penso, logo existo”.
e) tem seu apogeu no século XV, quando a entra em declínio a filosofia escolástica.

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: Filosofia

question
Filosofia, 15.08.2019 01:07
Explique quais sao as aproximacoes entre os pensamentos de heroclito de efeso parmendes de eleia
Respostas: 1
question
Filosofia, 15.08.2019 00:05
Quais os âmbitos que envolvem os seres humanos?
Respostas: 3
question
Filosofia, 15.08.2019 04:22
1) como se pode entender o aspecto moral do erro para descartes? 2) qual o papel das paixoes na acao humana e como devem ser consideradas no especto etico ? 3) em que sentido a etica cartesiana pode ser entendida como racionalista ?
Respostas: 1
question
Filosofia, 16.08.2019 04:07
Qual a diferença entre reflexão filosófica e atitude crítica
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
TEXTO I “Há já algum tempo eu me apercebi de que, desde meus primeiros anos, recebera muitas falsas...
Perguntas
question
Matemática, 11.08.2021 22:30
question
Informática, 11.08.2021 22:30