subject
História, 12.12.2020 18:40 jvskateboard

C/ Como o autor do texto explica essa diferença de percepção? Texto:
“Príncipe guerreiro, D. Obá apresentou-se para lutar na Guerra do Paraguai (1864-1870),
saindo como oficial honorário do exército, por bravura. Em 1877, fixou residência no Rio de
Janeiro, onde passou a fazer campanha por melhores condições de vida, igualdade racial,
abolição da chibata e da escravatura.
Com dois metros de altura, voz firme e modo de soberano, sua figura imponente chamava
a atenção. Apresentava-se sempre bem vestido, de fraque, cartola, luvas, guarda-chuva,
bengala, pincenê de ouro e suas finas roupas pretas, como foi descrito pelo viajante alemão
Carl Von Koseritz. Ou em ocasiões especiais, em seu elegante e preservado uniforme de
alferes com galões e dragonas douradas, espada na cinta e chapéu armado com penachos
coloridos.
A elite da época, ignorando a história da África e os direitos reais africanos, entendia D.
Obá II como um subproduto da Guerra do Paraguai, uma espécie de veterano resmungão,
meio amalucado, figura meramente folclórica. Por outro lado, o povo negro reconhecia e
seguia a sua liderança como príncipe real. Escravos, negros libertos do cativeiro e homens
negros livres, ou seja, que nunca foram escravos, não só compartilhavam suas ideias como
contribuíam financeiramente para a publicação nos jornais. E depois se reuniam em sua
modestas casas para ler em voz alta e discutir os artigos.
Mas o que interessava tanto aos leitores? D. Obá pensava de um modo bem diverso da
elite que via as raças humanas essencialmente diferentes; para ele, pareciam perfeitamente
semelhantes, e o valor dos seres humanos não estava na cor da pele, mas no mérito, no
valor guerreiro e humano de cada um. Por isso, a defesa da igualdade entre os homens se
torna um dos pontos centrais de sua prática política, e a abolição total da escravatura vira
sua bandeira de luta pública a partir de 1882.
Soldado valoroso, defensor da pátria nos campos de batalha, D. Obá II da África se sentia
com autoridade moral para criticar abertamente a classe dominante e os escravistas. Mesmo
comprometido com a abolição total, não poupava elogios, através do jornal Carbonário, aos
responsáveis por leis como a do Ventre Livre de 1871.
E quando sentia que os rumos dos acontecimentos necessitava de uma boa ajuda, apelava
para as foças do sincretismo afro-basileiro: invoco sempre ao bem-estar dos conselheiros
enfermos, em todas as minhas preces, a Santa Bárbara e aos mais santos da África confessou
ele em outubro de 1887, no primeiro aniversário da abolição do açoite. Três anos mais tarde,
em julho de 1890, após a áurea lei que pôs fim à escravatura, o príncipe negro D. Obá II de
África morria no Rio de Janeiro, mas seu sonho de igualdade sobrevive”.
Abolição da chibata: Suspensão dos castigos físicos ministrados com a chibata (vara usada
para surrar pessoas ou animais).
Pincenê: Óculos sem haste, preso ao nariz por uma mola.
Galões: Tiras douradas usadas como distintivo em uniformes militares.
Dragonas: Peça de metal amarelo usada em uniformes militares de gala.
De acordo com a sua leitura do texto, faça o que se pede abaixo:

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: História

question
História, 15.08.2019 01:04
Como os meios de comunicação do brasil tratam as ações dos políticos indígenas?
Respostas: 2
question
História, 15.08.2019 01:03
Identifique as frases incorretas e as corrija no caderno. (a) no , sistema de governo definido pela constituição estadunidense, o poder central é muito fortalecido, em detrimento do poder dos estados, que precisam se submeter inteiramente a ele. (b) a constituição estadunidense incorporou princípios iluministas e democráticos, pois os governantes eram eleitos, periodicamente, por voto universal e os direitos dos cidadãos eram garantidos. (c) o equilíbrio entre os poderes locais e o poder central e a defesa das liberdades individuais contra a opressão do estado foram preocupações que marcaram o debate político dos estados unidos após a independência. (d) o sistema de confederação refletir a tradição de autogoverno das ex-colônias e o termo de um retorno a situação de opressão existentes antes da independência.
Respostas: 2
question
História, 15.08.2019 00:54
Observe as imagens abaixo e elabore uma descrição para cada uma delas
Respostas: 3
question
História, 15.08.2019 00:51
Qual foi a razão do ato de lutero que deu início a reforma protestante
Respostas: 1
Você sabe a resposta certa?
C/ Como o autor do texto explica essa diferença de percepção? Texto:
“Príncipe guerreiro, D....
Perguntas
question
Matemática, 11.10.2020 01:14
question
Inglês, 11.10.2020 01:14
question
ENEM, 11.10.2020 01:14
question
Música, 11.10.2020 01:14