subject
História, 01.05.2020 08:46 tay5876

o primeiro ministro ingles, winston churchill, teve razao ao associar a segunda guerra a primeira? porque?

Respostas
Respostas: 2

Outra pergunta: História

question
História, 15.08.2019 01:05
Qual o principal impacto ambiental do rio paraná, preciso disso rápido por favor​
Respostas: 3
question
História, 15.08.2019 00:48
Qual foi importância histórica das ideias e do nicolau maquiavel para a época? me ajudem e para um
Respostas: 2
question
História, 15.08.2019 00:25
1) "passados os atropelos da chegada, era hora de colocar mão à obra. os planos eram grandiosos e havia tudo por fazer no brasil. entre outras carências, a colônia precisava de estradas, escolas, tribunais, fábricas, bancos, moeda, comércio, imprensa, biblioteca, hospitais, comunicações eficientes. em especial necessitava de um governo organizado que se responsabilizasse por tudo isso. 'o país era desmesurado e virgem, enquanto que o novo governo, adventício e indigente, tinha de improvisar e criar tudo', escreveu o historiador pedro calmon. d. joão não perdeu tempo. no dia 10 de março de 1808, quarenta e oito horas depois de desembarcar no rio de janeiro, organizou seu novo gabinete". a chegada da família real portuguesa ao brasil em 1808 é um dos fatos históricos mais importantes da nossa história. com relação as consequências deste acontecimento, avalie as afirmações: i- dentre as primeiras atitudes tomadas pelo regente dom joão está a abertura dos portos às “nações amigas” em 1808. ii- a convocação de uma assembleia nacional constituinte foi importantíssima par dar ao brasil sua primeira constituição. iii- houve também a preocupação de fundar instituições de cunho civilizatório, como a biblioteca real, aberta em 1810. iv- dentre as primeiras atitudes da corte na sua chegada ao está a imediata anexação da província da “prata” ao território brasileiro. agora, após analisar as afirmações, é correto o que se afirma em: alternativas: a) apenas i e ii. b) apenas iii e iv. c) apenas i e iii. d) apenas ii e iii. e) apenas i e iv. 2) "[é importante destacar que] o modo inovador pelo qual maria odila dias provocou a historiografia dedicada ao estudo das heranças coloniais e da formação das elites luso-brasileiras, ao então propor um enfoque mais ampliado de leitura do passado colonial, inserindo-os no âmbito da dinâmica político-econômica do império ultramarino português. se essa estratégia de análise era então deveras inovadora, hoje ela encontra grande adesão por parte de vários historiadores, constituindo-se numa área forte de estudos no interior da historiografia que tem tratado da sociedade colonial brasileira". a partir das ideias do texto, cplete as lacunas da sentença a seguir: “apesar de estarem bem definidas suas diretrizes fundamentais, nossa ao descortinar o processo sui generis de transição do brasil para o ainda não se descartou completamente de certos vícios de interpretação provocados por enfoques que distorcem o processo brasileiro entre os quais avulta o da imagem de rousseau do colono, quebrando os grilhões do jugo da metrópole; ou da identificação com o liberalismo e o nacionalismo próprios da grande revolução burguesa na europa”. assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas: alternativas: a) história / escravocrata / assalariado / românticos b) historiografia / colonial / império / europeizantes c) colonização / revolucionário / liberal / marxistas d) história / colonial / liberal / europeizantes e) colonização / escravocrata / império / marxistas 3) "é verdade que, até 1808, existia no brasil e, sobretudo, na sede do governo geral (vice-reino) uma administração colonial relativamente aparelhada. mas a formação do reino unido de portugal, brasil e algarves e a instalação de sua sede na antiga colônia tornaram irreversível a constituição de um novo estado nacional. todo um aparato burocrático, transplantado de lisboa ou formado aqui, em paralelo à antiga administração metropolitana, teve que ser montado para que a soberania se afirmasse, o estado se constituísse e se projetasse sobre o território, e o governo pudesse tomar decisões, ditar políticas e agir". sobre a chegada da família real portuguesa no continente americano, assinale v para verdadeiro e f para falso: ( ) no ano de 1808, a família real portuguesa fugiu das tropas de napoleão bonaparte para a sua colônia na américa, garantindo à colônia brasileira um novo status social. ( ) algumas mudanças trazidas pela família real portuguesa foram fundamentais para a américa portuguesa, como por exemplo: a imprensa, abertura dos portos, vantagens comerciais, a vinda de intelectuais e artistas da europa. ( ) em 1815, d. joão vi decretou a independência do brasil, em uma clara tentativa de afirmar seu poder tanto na colônia portuguesa na américa quanto na própria metrópole, assim, governaria da américa, mas reforçando seu poder em portugal. agora, assinale a alternativa que apresente a sequência correta: alternativas: a) v – f – f. b) f – f – v. c) v – v – f. d) f – v – f. e) v – f – v. favor, respondam a questão 4 também.
Respostas: 1
question
História, 15.08.2019 00:17
1) analise a citação a seguir: "o processo iniciado na cidade do porto em 1820 foi resultado de uma espécie de desapontamento quase que generalizado do lusitano diante da situação vexatória com que se viu obrigado a conviver desde as invasões francesas, quando a sede administrativa do reino foi transferida para a américa portuguesa, de onde as ordens passaram a vir, além da crise econômica em que se viu mergulhado. sintetizando os sentimentos vividos pelos portugueses a partir da experiência iniciada em 1820, foi um momento em que se falou de liberdade contra o despotismo e de regeneração contra a decadência. essas seriam as palavras-chave que serviriam parailustrar o movimento vintista, nome pelo qual ficou conhecido o pensamento político iniciado em 1820”. assinale a alternativa que apresenta o nome pelo qual ficou conhecido o movimento revolucionário que eclodiu na cidade do porto, em portugal, na década de 1820: alternativas: a) revolução colonial do porto. b) revolução do proletariado do porto. c) revolução mercantilista do porto. d) revolução socialista do porto. e) revolução liberal do porto. 2) analise a citação a seguir: “a questão do regresso ou não de dom joão vi logo se esvaziou. temendo perder o trono caso não regressasse a portugal, o rei decidiu-se afinal pelo retorno. embarcou em abril de 1821, acompanhado de 4 mil portugueses. nos meses seguintes, ocorreram no brasil as eleições para as cortes. quase todos os eleitos eram nascidos no brasil. entre eles, estavam alguns defensores radicais ou ex-radicais da independência, como cipriano barata (bahia), muniz tavares (pernambuco) e antônio carlos ribeiro de andrada (são paulo), que haviam participado da revolução de 1817. também se incluíam nomes como o do padre feijó e nicolau de campos vergueiro, políticos de relevo nos anos seguintes da história do brasil”. fausto, boris. história do brasil. são paulo: editora da usp, 1994, p. 82. dom joão vi, em meio ao turbulento contexto envolvendo seu retorno ou não para portugal decide, em abril de 1821, retornar à europa, deixando alternativas: a) o país independente com a proclamação do império atlântico americano, em 1822. b) como sucessor seu filho, dom pedro, como príncipe regente. c) a administração da colônia portuguesa sob controle da inglaterra. d) o brasil sem realizar nenhuma benfeitoria na principal colônia portuguesa na américa. e) como legado o decreto que possibilitou o fim da escravidão no brasil, em 1822. 3) leia a citação a seguir, extraído do artigo "d. joão e as histórias dos brasis", do historiador josé murilo de carvalho: "minha tese tem sido sempre que sem a vinda da corte não haveria brasil. em outras palavras, que a vinda da corte foi condição necessária, embora não suficiente, da existência do brasil assim como hoje o conhecemos. esse ponto me parece difícil de negar. tenho usado como argumento um pequeno experimento mental que me parece convincente. o exercício consiste em supor a muito plausível opção de d. joão por permanecer em portugal em vez de fugir para a colônia. as consequências dessa hipotética decisão não são difíceis de imaginar. basta verificar o que de fato se deu, logo depois da fuga de d. joão, na espanha e em suas colônias da américa: prisão e exílio dos reis e fragmentação da colônia". carvalho, josé murilo de. d. joão e as histórias dos brasis. revista brasileira de história, são paulo, v. 28, n. 56, p. 551-572, 2008, p. 553. com base no texto, avalie as seguintes asserções e a relação proposta entre elas: i. caso d. joão não tivesse vindo para a colônia, essa não se manteria e, como resultado, não teríamos o país que temos hoje, alguns países que se formariam poderiam até adotar o nome de brasil, mas não seria o brasil da atualidade. porque ii. segundo o historiador josé murilo de carvalho, muito provavelmente a colônia de portugal na américa teria seguido o mesmo caminho da colônia espanhola na américa. a respeito dessas asserções, assinale a opção correta: alternativas: a) as asserções i e ii são proposições verdadeiras e a ii é uma justificativa da i. b) as asserções i e ii são proposições verdadeiras, mas a ii não é uma justificativa da i. c) a asserção i é uma proposição verdadeira, e a ii é uma proposição falsa. d) a asserção i é uma proposição falsa, e a ii é uma proposição verdadeira. e) as asserções i e ii são proposições falsas.
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
o primeiro ministro ingles, winston churchill, teve razao ao associar a segunda guerra a primeira?...
Perguntas
question
Matemática, 05.05.2020 21:19
question
Matemática, 05.05.2020 21:19
question
Filosofia, 05.05.2020 21:19
Perguntas no site: 22226623