subject
Pedagogia, 22.04.2021 01:10 1lauraa1

Questão 2 Segundo artigo de Ronald Dauscha da Endeavor Brasil cultura da inovação pode ser definida como a "ausência de comportamentos, regras e ambientes que impeçam o desenvolvimento do ímpeto natural das pessoas em sugerir melhorias e inovações, aliada a um conjunto de visões, procedimentos e recursos que potencializem estas iniciativas".
Alguns dos perigos observados quando a empresa não está no caminho da inovação, são os longos momentos de "calmaria" em seu ambiente, que podem ser reflexos de problemas, como:
I. A vigilância precária não identificar variações nos indicadores.
II. Os indicadores não representarem a realidade.
III. A falta de variação provocar o relaxamento na vigilância.
IV. A tempestade ou a crise sempre virem após a calmaria.
Estão corretas as afirmativas:

a )
I e II

b )
I e III

c )
Todas estão corretas.

d )
I, II e III

e )
II e III​

Respostas
Respostas: 2

Outra pergunta: Pedagogia

question
Pedagogia, 15.08.2019 00:02
"a educação não pode viver só do ensino, caso em que o professor vem para a sala e despeja em seus alunos um longo discurso a respeito de um determinado ponttambém não pode viver só da aprendizagem, deixando os alunos descobrirem tudo por si mesmos e livres para fazer o que bem entenderem." (cagliari, 2010, p.41)​
Respostas: 3
question
Pedagogia, 15.08.2019 00:00
Odesenvolvimento humano cm o estudo científico da mudança é da continuidade em todo o ciclo humano da vida assim o desenvolvimento humano e processo em constante evolução. quais são as etapas de início e fim do ciclo humano?
Respostas: 1
question
Pedagogia, 14.08.2019 23:56
Os textos artísticos se valem da língua portuguesa de forma mais aberta e livre, dependendo de seus propósitos. por isso, nem sempre utilizam as regras da norma padrão gramatical da língua. na letra da canção, há situações em que o pronome oblíquo “te” é utilizado. pensando em uma situação de uso formal da língua, posicione-se sobre cada um dos usos do pronome no refrão da canção e se há falta deles. no refrão da canção de samuel rosa, o primeiro verso apresenta inadequação quanto à norma padrão gramatical da língua, pois não se inicia a oração com pronome oblíquo átono. a forma adequada, porém nada sonora, é “ver-te”. o segundo uso do pronome oblíquo está adequado, uma vez que o advérbio de negação “não” atrai o pronome. no terceiro verso, o uso pronome é o mesmo do primeiro verso, havendo mudança, contudo, na forma verbal. ainda no terceiro verso, o verbo esquecer é transitivo direto, exigindo, por isso, um objeto direto como complemento. esse objeto não é citado no verso. para a adequação da oração conforme uma situação formal de escrita, seria acrescentado o pronome “te” antes de “esquecer” com a finalidade de que ele supra a necessidade de complementação do verbo. é importante destacar que esta é uma reflexão sobre os usos formais da língua portuguesa. em um contexto artístico, não há necessidade de adequação da linguagem ao registro forma.
Respostas: 3
question
Pedagogia, 15.08.2019 04:17
1) a constituição federal em vigência no brasil é promulgada no ano de 1988. é considerada a “constituição cidadã” pela inclusão de uma série de direitos sociais e seu teor democrático. sobre a educação podemos dizer que ela é tratada como: alguns artigos que descrevem como serão constituídos os sistemas de ensino no brasil. dispõe de um capítulo exclusivo que discorre sobre princípios, deveres de oferta entre outras disposições legais. descreve minuciosamente cada detalhe de organização educacional do país. trata a educação como um dever da família em provê-la. 2) a história do direito à educação no país tem avanços e retrocessos. em determinado momento o estado tinha o dever de provê-la, em outro ele se absteve. atualmente, a constituição federal do país estabelece que a educação é um direito público subjetivo, isso significa que: o estado tem o dever de provê-la, e caso não atenda a demanda de ensino obrigatório a autoridade competente precisa se justificar para não sofrer sanções. o não atendimento da demanda implica perda de recursos no financiamento da educação. a não oferta da educação obrigatória imputa criminalmente a autoridade competente. caso não haja vagas a criança aguardará até que seu direito seja resguardado. 3) assunto em voga na agenda educacional brasileira, a qualidade em educação um assunto que gera controvérsias. isso se deve ao fato da polissemia que a palavra qualidade tem, cada pessoa tem sua visão de qualidade. sobre o assunto, a constituição estabelece que: o ensino deve ser ministrado com garantia de padrão de qualidade. a garantia de padrão de qualidade é exigida quando são gastos insumos mínimos por aluno. a educação obrigatória deve ser ministrada com padrão de qualidade. os insumos mínimos são voltados apenas para a oferta de ensino obrigatório. 4) o art. 208 da constituição é importante pois estabelece as obrigações do estado com a educação brasileira, através de programas suplementares do governo federal como pnate (programa nacional de transporte escolar) e o pnld (programa nacional do livro didático), os quais são de grande importância. sobre isso o artigo de referência dispõe em seu texto que: na existência de recursos o estado deve prover programas suplementares de alimentação escolar, transporte e material escolar, somente para as gestantes. cabe ao estado como obrigação apenas o atendimento educacional especializado em pessoas com deficiência. o atendimento por via de programas suplementares de transporte, material didático, alimentação, acesso à saúde devem ser ofertados obrigatoriamente só na educação infantil. o atendimento via programas suplementares de material didático escolar, alimentação, transporte e acesso à saúde devem ser ofertados para todas as etapas da educação básica. 5) a lei de diretrizes e bases da educação nacional, n. 9394/96 é complementar à constituição e esclarece vários aspectos presentes na carta magna. uma delas é sobre os níveis e modalidade de ensino. podemos dizer que: a ldb dispõe que a educação brasileira é composta dos níveis infantil, fundamental e médio. conforme o artigo 21, dividem-se nos níveis de ensino, compondo-se pela educação básica e educação superior. as etapas de ensino são compostas pela educação básica e educação superior. a educação infantil não é considerada uma etapa de ensino. 6) o art. 24 da ldb elenca algumas características que o ensino fundamental e médio terão em comum no país, destacando-se: o ensino religioso obrigatório no ensino fundamental e disciplina de filosofia no ensino fundamental e médio. a recuperação obrigatória ao final do ano letivo. a carga horária de 800 horas mínimas anuais distribuídas por no mínimo 200 dias letivos; o controle de frequência fica a cargo exclusivo da família. 7) o modelo de redistribuição de recursos básicos para a educação é normatizado pelo fundeb, que redistribui 20% de alguns impostos estaduais e municipais conforme demanda de matrícula e modalidade, uma tentativa de promover qualidade com equidade na educação em um território historicamente desigual. através da vinculação de percentual nas receitas de impostos, estabelece-se o investimento mínimo em educação pelos entes federados, percentuais definidos em: 18% das receitas de impostos dos municípios e 25% dos estados e da união; 25% das receitas de impostos da união e 18% dos estados e municípios; 10% das receitas de impostos da união e 25% dos estados e municípios; 18% das receitas de impostos da união e 25% dos estados e municípios;
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
Questão 2 Segundo artigo de Ronald Dauscha da Endeavor Brasil cultura da inovação pode ser definid...
Perguntas
question
Matemática, 19.11.2020 23:10
question
Informática, 19.11.2020 23:10
question
Português, 19.11.2020 23:10
question
Matemática, 19.11.2020 23:10