subject
Português, 18.06.2021 19:50 Kauanyavakins

01. Leia um trecho da entrevista dada pelo pedagogo e filósofo norte-americano Mortimer Adler ao radialista Lloyd Luckman: [...]

Deixe-me elencar três maus amores. Há um que já mencionei, o amor pelo dinheiro. E há outros dois: o orgulho e o amor romântico. A princípio, talvez, vocês tenham ficado chocados. Vocês devem ter pensado: "Bem, eu sou capaz de enxergar como o amor pelo dinheiro e o orgulho são proibidos e condenados como maus amores pelos ensinamentos cristãos, dado que eles apregoam que amor pelo dinheiro é a raiz de todos os males, e também que o orgulho é o pecado que está na base de todos os pecados. Mas onde se encaixa o amor romântico?" Isso talvez os faça quebrar a cabeça. Em que ponto o amor romântico faz companhia aos dois outros fenômenos, o orgulho e o amor pelo dinheiro?

Bem, deixe-me mostrar a vocês. Eles são maus de maneiras um tanto relacionadas. O amor pelo dinheiro é um mau amor porque é um amor pelo objeto errado. Orgulho e amor romântico, cada um de seu modo, mas de modos bastante similares, são o amor pelo objeto certo, porém pelo jeito errado.

Para mostrar como esses três amores violam os preceitos cristãos de caridade, quero reafirmar os mandamentos cristãos sobre o amor. O primeiro é: Ama a Deus, não às coisas mundanas. O segundo é: Ama a ti próprio como Deus ama a ti. E o terceiro é: Ama ao próximo como criatura de Deus.

Os três amores - o amor pelo dinheiro, o orgulho e o amor romântico - violam esses mandamentos. O amor pelo dinheiro é um amor pelas coisas mundanas, não por Deus. Orgulho não é amar a si próprio como Deus ama, mas amar a si próprio como se fosse Deus, deificando a si próprio. E o amor romântico não é amar outros seres humanos como se eles fossem criaturas de Deus, mas um amor como se eles fossem divinos, não apenas amor, mas devoção, veneração, de uma maneira que desloca Deus e coloca um ser humano em seu lugar.

Mortimer Adler, 2013, p. 167-168

Considerando que, por exemplo, expressamos ideias ou conceitos por meio de frases contendo SUJEITO + VERBO + OBJETO; considerando também que identificamos o sujeito da oração elaborando perguntas usando os pronomes "quem" ou "que"; responda às questões a seguir:

a) Qual é o assunto do texto? Expresse-o de maneira breve.

b) Quais são as principais ideias ou definições expressar pelo autor?

c) A respeito das ideias ou definições respondidas na pergunta anterior, destaque qual palavra ocupa o núcleo do sujeito e classifique o tipo de predicado: verbal, nominal ou verbo-nominal?

d) O que você pensa a respeito das ideias ou conceitos expressos pelo autor nesse texto? Por quê?

Respostas
Respostas: 3

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 01:07
Boa noite, alguém poderia fazer uma redação com o tema: brasil, um país dos jovens, que aborda a diferença entre os jovens de hoje em dia com os de por favor​
Respostas: 3
question
Português, 15.08.2019 00:42
Me ajudem pfv, é p amanhã fazer uma produção de texto dissertativo argumentativo sobre o tema: "sempre haverá mais ignorantes que sabedores, enquanto a ignorância for gratuita e a ciência dispendiosa." marquês de maricá
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:13
Toda charge é um texto de hinos gráfico com um olhar crítico para a realidade. considerando essas afirmações, é possível, somente com os elementos verbais e não verbais presentes na charge, identificar como se constrói seu efeito de humor? justifique​
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:10
Preciso de uma conclusão sobre a gravidez na adolescência. é uma conclusão desse texto: embora venha registrando menores casos de natalidade adolescente, no brasil, o número ainda é preocupante e requer atenção. segundo dados do ibge (instituto brasileiro de geografia e estatística), de cada cinco bebês que nascem, um tem a mãe com idade entre 15 e 19 anos de idade, o que só reforça a importância de conscientizar, informar e trazer à tona a necessidade de se combater a gravidez precoce. a médica pediatra e do comitê de adolescência da sociedade de pediatria do rio grande do sul (sprs), lilian day hagel, explica que mesmo que os registros de casos estejam diminuindo, as complicações seguem prejudicando adolescentes, e por isso as campanhas de conscientização seguem sendo fundamentais. “a gravidez na adolescência é prejudicial sob ponto de vista da perspectiva de vida do adolescente. é frequente que a mãe abandone a escola e interrompa definitivamente os estudos, o que é um fator complicador para o futuro. além disso, uma gestação indesejada, às vezes, é fruto de relações de poder ou casos de violência, o que gera traumas permanentes”, salienta a pediatra. diálogo entre pais e filhos é fundamental o assunto precisa ser discutido, seja na escola, nas famílias e principalmente em ações de políticas públicas. afinal, a medida mais eficaz para prevenir a gravidez na adolescência ainda é a educação. para a presidente da sgp, marise tofoli, os adolescentes precisam de orientação e conscientização. “os pais precisam romper as barreiras quando o assunto envolve sexualidade. é preciso falar e permitir que seus filhos aprendam, também na escola, sobre o convívio de respeito entre meninos e meninas, bem como a proteção necessária nas atividades sexuais, como os métodos contraceptivos. tais informações não servem para estimular os jovens, e sim evitar uma gestação precoce e a transmissão de doenças”, afirma a médica.
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
01. Leia um trecho da entrevista dada pelo pedagogo e filósofo norte-americano Mortimer Adler ao rad...
Perguntas
question
Matemática, 15.05.2021 23:00
question
Matemática, 15.05.2021 23:00
question
Matemática, 15.05.2021 23:00
question
História, 15.05.2021 23:00