subject
Português, 18.12.2020 21:40 tai2242

02 Faça a leitura silenciosa de fragmentos de dois poemas de Mário de Andrade4. Em seguida, responda a algumas questões sobre eles.
Texto 1:
PAISAGEM No 4
Mário de Andrade
Os caminhões rodando, as carroças rodando,
Rápidas as ruas se desenrolando,
Rumor surdo e rouco, estrépitos, estalidos...
E o largo coro de ouro das sacas de café!...
Na confluência o grito inglês da São Paulo Railway...
Mas as ventaneiras da desilusão! a baixa do café!...
As quebras, as ameaças, as audácias superfinas!...
Fogem os fazendeiros para o lar!... Cincinato Braga!...
Muito ao longe o Brasil com seus braços cruzados...
Oh! as indiferenças maternais!...
[...]
Oh! este orgulho máximo de ser paulistamente!!!
4 Fonte: ANDRADE, M. Pauliceia Desvairada. Poesias Completas. Belo Horizonte: Villa Rica, 1993.

PORTUGUÊS | 9

Texto 2:
NOTURNO
Mário de Andrade
Luzes do Cambuci pelas noites de crime...
Calor!... E as nuvens baixas muito grossas,
Feitas de corpos de mariposas,
Rumorejando na epiderme das árvores...
Gingam os bondes como um fogo de artifício,
Sapateando nos trilhos,
Cuspindo um orifício na treva cor de cal...
[...]
03 Sobre os poemas, responda:
a. Qual é o tema dos poemas?

b. De que forma os poemas retratam a cidade de São Paulo?

c. Nos dois poemas, há a menção a meios de transporte. Explique quais são os meios de transporte
e qual é o efeito de sentido que a presença desses elementos causa nos textos.

30 | PORTUGUÊS

8 | PORTUGUÊS

• Quais artistas fizeram parte dessa semana?

• Qual foi o papel de Mário de Andrade no movimento?

02 Faça a leitura silenciosa de fragmentos de dois poemas de Mário de Andrade4. Em seguida, responda
a algumas questões sobre eles.
Texto 1:
PAISAGEM No 4
Mário de Andrade
Os caminhões rodando, as carroças rodando,
Rápidas as ruas se desenrolando,
Rumor surdo e rouco, estrépitos, estalidos...
E o largo coro de ouro das sacas de café!...
Na confluência o grito inglês da São Paulo Railway...
Mas as ventaneiras da desilusão! a baixa do café!...
As quebras, as ameaças, as audácias superfinas!...
Fogem os fazendeiros para o lar!... Cincinato Braga!...
Muito ao longe o Brasil com seus braços cruzados...
Oh! as indiferenças maternais!...
[...]
Oh! este orgulho máximo de ser paulistamente!!!
4 Fonte: ANDRADE, M. Pauliceia Desvairada. Poesias Completas. Belo Horizonte: Villa Rica, 1993.

PORTUGUÊS | 9

Texto 2:
NOTURNO
Mário de Andrade
Luzes do Cambuci pelas noites de crime...
Calor!... E as nuvens baixas muito grossas,
Feitas de corpos de mariposas,
Rumorejando na epiderme das árvores...
Gingam os bondes como um fogo de artifício,
Sapateando nos trilhos,
Cuspindo um orifício na treva cor de cal...
[...]
03 Sobre os poemas, responda:
a. Qual é o tema dos poemas?

b. De que forma os poemas retratam a cidade de São Paulo?

c. Nos dois poemas, há a menção a meios de transporte. Explique quais são os meios de transporte
e qual é o efeito de sentido que a presença desses elementos causa nos textos.

d. No verso "Oh! este orgulho máximo de ser paulistamente!!!" vemos o uso do adjetivo "paulistano" ser transformado em advérbio para expressar o modo como se vive. Na sua opinião, como vive a população na cidade de São Paulo?

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 01:04
A)o professor vai de mudança para outro país. os alunos amam esse professor.
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:56
Me ajude preciso do resumo do cap 4 do livro de dom quixote
Respostas: 3
question
Português, 15.08.2019 00:45
O grilo falante não sabe conversa com os meninos quando ele​
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:30
Nos versos"e não adianta eu ser so bandeira/tenho também que ser de verdade", o eu lírico empregou o termo bandeira com sentido conotativo. qual é o significado dessa palavra no poema? explique
Respostas: 1
Você sabe a resposta certa?
02 Faça a leitura silenciosa de fragmentos de dois poemas de Mário de Andrade4. Em seguida, responda...
Perguntas
question
Matemática, 23.09.2020 14:14
question
Geografia, 23.09.2020 14:14