subject
Português, 15.08.2019 08:10 alves1250

Alguém me ajudar eu preciso pra amanhã

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 01:07
Boa noite, alguém poderia fazer uma redação com o tema: brasil, um país dos jovens, que aborda a diferença entre os jovens de hoje em dia com os de por favor​
Respostas: 3
question
Português, 15.08.2019 00:41
Indique o sentido e a predicação do verbo atender nestes enunciados: *hoje o médico não atenderá mais nenhum paciente. * o governo finalmente atendeu às reivindicações dos trabalhadores. * os bombeiros atenderam imediatamente as vitimas do incêndio pra amanhã
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:35
Me ajudem a achar as seguintes figuras de linguagem: metafora,comparação e personificação! musica: ouvi dizer papapaparapapapa ôôuôô ôôuôô ah se eu acordasse todo dia com o seu bom dia de tanto café na cama faltariam xicaras me atrasaria só pra ficar de preguiça se toda arte se inspirasse em seus traços então qualquer esboço viraria um quadro monaliza com você tudo fica tão leve que até te levo na garupa da bicicleta o preto e branco tem cor a vida tem mais humor e pouco a pouco o vazio se completa o errado se acerta o quebrado conserta e assim, tudo muda mesmo sem mudar a paz se multiplicou que bom que você chegou pra somar ouvi dizer que existe paraiso na terra e coisas que eu nunca entendi coisas que eu nunca entendi só ouvi dizer que quando arrepia já era coisas que eu só entendi quando eu te conheci
Respostas: 2
question
Português, 15.08.2019 00:00
Eu preciso de uma música atual que tenha elementos semelhantes ao do poema de gonçalves dias: seus olhos. vou colocar o poema abaixo: (obs: é urgente! ) seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, de vivo luzir, estrelas incertas, que as águas dormentes do mar vão ferir; seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, têm meiga expressão, mais doce que a brisa, — mais doce que o nauta de noite cantando, — mais doce que a frauta quebrando a solidão, seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, de vivo luzir, são meigos infantes, gentis, engraçados brincando a sorrir. são meigos infantes, brincando, saltando em jogo infantil, inquietos, travessos; — causando tormento, com beijos nos pagam a dor de um momento, com modo gentil. seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, assim é que são; às vezes luzindo, serenos, tranqüilos, às vezes vulcão! às vezes, oh! sim, derramam tão fraco, tão frouxo brilhar, que a mim me parece que o ar lhes falece, e os olhos tão meigos, que o pranto humedece me fazem chorar. assim lindo infante, que dorme tranqüilo, desperta a chorar; e mudo e sisudo, cismando mil coisas, não pensa — a pensar. nas almas tão puras da virgem, do infante, às vezes do céu cai doce harmonia duma harpa celeste, um vago desejo; e a mente se veste de pranto co'um véu. quer sejam saudades, quer sejam desejos da pátria melhor; eu amo seus olhos que choram em causa um pranto sem dor. eu amo seus olhos tão negros, tão puros, de vivo fulgor; seus olhos que exprimem tão doce harmonia, que falam de amores com tanta poesia, com tanto pudor. seus olhos tão negros, tão belos, tão puros, assim é que são; eu amo esses olhos que falam de amores com tanta paixão.
Respostas: 1
Você sabe a resposta certa?
Alguém me ajudar eu preciso pra amanhã...
Perguntas
question
História, 15.08.2019 01:09
question
Matemática, 15.08.2019 01:08
Perguntas no site: 24731410