subject
Português, 04.02.2021 18:50 sabrinabrandao96

OS CARA NEM AJUDA 1º )

a)Volte ao texto e copie a parte que dá sentido à expressão essas interrogações no trecho aqui destacado.

2º )

O lugar da publicidade na liberdade de imprensa

Há quem diga que o direito de anunciar mercadorias é o pilar de sustentação do jornalismo independente. Será isso mesmo? Qual é, afinal de contas, o ponto de apoio – econômico e também político – da atividade profissional daqueles que estão incumbidos de informar a sociedade sobre os assuntos de interesse público?

Encaremos essas interrogações com algum método e com um pouco de calma. Quando falamos em“sustentação” ou em “ponto de apoio”, estamos falando em base institucional, em legitimidade. Ao mesmo tempo, estamos falando em fonte de recursos, em viabilidade financeira. A sustentação deve ser compreendida no plano político e também no plano econômico.[...]

A imprensa não deve depender de governos em termos legais ou institucionais, mas também não deve depender deles em termos econômicos. Quando os governantes pagam as contas das redações é sinal de que algo desandou. E então, quem deve pagar essas contas? Tem-se repetido que a publicidade é que assina o cheque. A publicidade seria a maior financiadora da imprensa. Pelo menos é assim que tem sido. O dinheiro arrecadado com a venda de exemplares avulsos e de assinaturas (incluindo assinaturas digitais) ainda não é suficiente. E no caso das emissoras de rádio e televisão de sinal aberto é igual a zero.

Absolutamente toda a arrecadação vem da publicidade. Desse modo, há quem diga ser a própria garantidora da liberdade de imprensa. Outros vão ainda mais longe e estabelecem um sinal de igual entre a liberdade de imprensa e a liberdade de veicular anúncios comerciais. Imprensa e publicidade seriam, enfim, as duas pernas com que o corpo da liberdade de expressão consegue caminhar. Uma não poderia existir sem a outra.[...]

Já em nossos dias vemos a publicidade buscar seus caminhos longe dos veículos jornalísticos (o Google, que não produz uma linha de jornalismo, tornou-se um poderoso veículo publicitário, desbancando jornais, revistas e emissoras de rádio e televisão). Vai ficando óbvio que a missão primeira da publicidade nada tem que ver com sustentar a imprensa, mas com alcançar seus clientes onde quer que eles estejam. Isso não a torna mais feia ou mais bonita. Apenas é o que é.

Rumos diferentes

[...] A liberdade de anunciar deve ser compreendida, assim, como uma liberdade acessória à liberdade de fazer comércio. Seus limites legais – e democráticos – são dados pelos limites da própria atividade comercial. Já a liberdade de imprensa é fundamental, primordial.[...]

O que se deu foi o oposto: a industrialização dos jornais, ainda no século 19, é que permitiu que os anúncios pegassem carona nos veículos impressos, o que terminou por impulsionar as duas atividades. No mais, a imprensa precede a publicidade. Mais ainda, a liberdade de imprensa abriu horizontes para a liberdade de anunciar.

Do ponto de vista dos jornalistas, enxergar essas distinções ajuda a evitar identificações entre os interesses gerais (não particulares) do mercado anunciante e os interesses gerais da imprensa. Eles não são idênticos, ainda que, com justiça e com legitimidade, ambos possam associar-se. Por vezes, porém, eles são antagônicos – e, se não estiverem atentos, os jornalistas podem tomar por seus os interesses que os tomam (e os descartam) como meios. Fora isso, quanto mais a sociedade for chamada a pagar diretamente a conta das redações, por assinaturas e outras formas de apoio, melhor.

Leia o trecho a seguir extraído do texto.

Encaremos essas interrogações com algum método e com um pouco de calma. Quando falamos em“sustentação” ou em “ponto de apoio”, estamos falando em base institucional, em legitimidade. Ao mesmo tempo, estamos falando em fonte de recursos, em viabilidade financeira. A sustentação deve ser compreendida no plano político e também no plano econômico.[...]

a)Ao ler esse trecho isoladamente, sem conhecer o texto de onde foi extraído, você consegue saber a que se refere a expressão essas interrogações, destacada acima?

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: Português

question
Português, 15.08.2019 00:55
Texto meus oito anos como você explica a concordância, ou a falta de concordância, em "sem nenhum laranjais"? que efeito de sentido essa opção provoca no texto.
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:51
Pergunta sobre a pagina 336 a 365 do livro de português 9ano asociedade daquela epoca ae dw hoje vê a escolha por uma esposa do pomto de vista de simao bacamarte ou do pomto de vista do tio dele em sua opinião, porque isso acom
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:17
Quais são os desafios nos dias atuais da segurança pública do brasil
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 00:03
Qual é o verbo na frase, gosto muito de salsinhas com queijo​
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
OS CARA NEM AJUDA 1º )

a)Volte ao texto e copie a parte que dá sentido à expressão essas...
Perguntas
question
Matemática, 13.10.2020 17:14
question
Matemática, 13.10.2020 17:14
question
Português, 13.10.2020 17:14
question
Química, 13.10.2020 17:14
question
Matemática, 13.10.2020 17:14