subject
Português, 24.11.2020 18:20 lelerj

Pontos grátis kskkkss

Respostas
Respostas: 2

Outra pergunta: Português

question
Português, 14.08.2019 23:56
Explique o que compreende da tirinha ​
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 05:06
"não posso evitar douto" essa frase está no oposto ou vocativo?
Respostas: 1
question
Português, 15.08.2019 04:58
Transcreva os subjuntivos do texto classificando-os: fernanda tinha ciúmes do rapaz, desejo de mati-lo preso na coleira, sobe os olhos de mulher insegura.
Respostas: 3
question
Português, 15.08.2019 04:00
Desde que se relatos acerca da historia humana, o homem procura entender tudo que o cerca, numa otica de busca por um conhecimento ainda maior o conhecimento acerca de si mesmo. a filosofia procura ilustrar que a necessidade humana de conhecer todas as coisas e oriunda do fato de que o homem e, naturalmente, curioso no entanto, a mesma filosofia e clarissima em citar que não é só a curiosidade uma forte tendência da natureza humana. cita, ela, outra o desejo pela eternidade. a junção dessas duas características: daria, mais tarde, origem a propria atitude filosofica e, consequentemente, a propria ciência entretanto, o habito de a tudo classificar, com o passar do tempo, deixou de ser mera curiosidade, para assumir o posto de classificação do correto, do certo, na visão do interesse social vigente na época. a eleição do correto, do que segue o padrão, consequentemente, indica o marginal, o que foge do tai padrão. em resumo, o que inicialmente era mera curiosidade, passa a ser mola para o nascimento do preconceito e da incompreensão sobre o que é diferente do comumente observado, do que o senso comum acha normal, logo de algo a ser temido, algo a ser não aceito se era natural do ser humano a tudo procurar conhecer, e passar para outras gerações esta noção de conhecimento, através de uma classificação. o tempo fez com que estas classificações seguissem um padrão de normal e anormal - só sabemos claramente o que é algo, se a este algo pudermos contrapor outro algo, na maxima socratica e platonica da dialética. porém, se se classifica algo em normal e anormal, ha de se imaginar um crivo, um "homem médio" justamente e nessa noção de "homem médio que reside o problema do preconceito quanto mais próximo do homem médio, mais normal, quanto mais afastado, maior o nivel de marginalização dal o preconceito porque, a classificação do homem médio é feita pela própria sociedade, e a cada ciclo social, e a cada sociedade, surge um interesse, sendo este interesse o forjador do tal "homem medio. logo, o que não interessa ao ciclo social, ou aquela sociedade, e, simplesmente algo a ser varrido para baixo do tapete na mesma esteira, ou seja, na mesma linha argumentativa, a história humana é repleta de ciclos de marginalização social, tantos ciclos quanto classificações acerca do normal, tantos ciclos quanto definições acerca do que são os homens. um exemplo (continuação na foto)
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
Pontos grátis kskkkss...
Perguntas
question
Filosofia, 19.06.2020 23:00
question
Matemática, 19.06.2020 23:00
question
Matemática, 19.06.2020 23:00
Perguntas no site: 32310147