subject
Psicologia, 06.06.2020 19:41 Gustavopierro

Texto 1: Um pai denunciou uma professora da rede estadual de ensino em São Francisco, no Norte de Minas, de agredir o filho dele, de nove anos. De acordo com o servidor público, Altamir Alves da Silva, o filho é autista e sofreu a agressão na tarde desta terça-feira (28).
“Esta professora é a professora auxiliar que o acompanha dentro da sala de aula. Tem duas crianças autistas na sala, mas ela dá mais atenção ao outro estudante. Esta professora deveria estar preparada para saber lidar com os dois”, diz.
Altamir explica que a professora arranhou o braço do filho durante a agressão. “Ele é muito rápido e assim que termina algo ele quer fazer outra coisa. Ela o agarrou com muita força chegando a ferir o braço do menino. Por isso registrei um boletim de ocorrência e vou buscar ajuda junto ao Ministério Público”.
Após o incidente a escola me chamou e informou sobre o ocorrido, mas percebi que a instituição está protegendo a agressora. “Por causa do autismo, meu filho tem dificuldade de relacionamento, mas, se ela estudou para ser professora auxiliar, ela tem de saber lidar e não espancar o estudante. E esta não é a primeira vez que isso acontece. Da forma que eles conversaram comigo, eles querem que eu tire meu filho da escola, mas isso não vou fazer.” (VELOSO, 2018, [s. p.])

Texto 2:
Uma mãe acusa uma professora de um colégio particular de Curitiba de agredir seu filho de apenas seis anos. De acordo com ela, o menino tem um grau leve de autismo e teria sofrido violência por parte de uma professora auxiliar de um colégio no bairro Boqueirão. A profissional, segundo a mãe, chegou até mesmo a chutar o menino. [...]
A mãe conta que os primeiros relatos começaram no último mês de maio, quando o próprio garoto contou o que havia acontecido na escola. “Ele voltou contando que a professora auxiliar o tinha segurado com força, prendendo com pernas e braços, para tentar fazê-lo ficar quieto”, relembra a mãe. [...] Indignada, a mãe do menino procurou a direção da escola em busca de esclarecimentos. No entanto, ela diz que a coordenação tentou colocar panos quentes na situação, dizendo que tinha sido apenas uma situação isolada e que tudo seria resolvido internamente — o que não aconteceu. Algumas semanas depois, outro episódio envolvendo a mesma professora deixou a mãe ainda mais perplexa. “Ela simplesmente o colocou pra fora da sala e fechou a porta dizendo que não o queria mais ali. Assim. Desse jeito. Não chamou ninguém da direção ou inspetor. Só tirou ele de sala e fechou a porta”, revela. [...]
Apesar de toda a situação, ela diz que não queria tirar o filho da escola, apenas mudá-lo de turma. “Eu conheço o trabalho da escola e sei que é uma instituição séria. Eu não queria tirar meu filho do colégio, pois valorizo o ensino deles — tanto que minha filha mais velha continua matriculada e não pretendo tirá-la de lá”, explica. “Eu só queria que tirassem meu filho da tutela daquela professora, mas nem com todos os laudos comprovando o abuso eu tive resposta”. Assim, sem outra alternativa, a empresária tirou o garoto do colégio e agora busca na Justiça a solução do problema. (TRIBUNA, 2018, [s. p.])

A questão traz trechos de duas reportagens que relatam agressões sofridas por alunos com autismo em escolas. A violência contra a criança fere de forma grave seus direitos e, portanto, é considerada um crime. É importante refletirmos sobre as causas implícitas nesse tipo de atitude. Entre elas, podemos destacar:

a)O despreparo das escolas públicas para incluir alunos com autismo.
b)O despreparo dos professores auxiliares de educação no acompanhamento individualizado a alunos com autismo.
c)A sugestão clara e/ou implícita por parte da escola que o aluno com autismo seja transferido/expulso.
d)A falta de compromisso das famílias para que a inclusão de seus filhos com autismo seja bem-sucedida.
e)O despreparo da polícia para apurar as responsabilidades de forma mais rápida e efetiva.

Respostas
Respostas: 1

Outra pergunta: Psicologia

question
Psicologia, 16.08.2019 23:55
Uma pesquisa científica é um processo sistematizado e organizado. existem vários tipos de métodos de pesquisa. todavia, todos eles exigem uma metodologia para coleta dos dados a serem investigados. considerando o contexto, avalie as afirmativas a seguir: i. aplicação de questionário é um método para coleta de dados. neste pode haver perguntas padronizadas e outras abertas ao participante. ii. entrevistas são outro método para coleta de dados. todavia, o pesquisador deve criar as perguntas previamente pois deve haver padronização. iii. existe a possibilidade de apenas observar o indivíduo para que o pesquisador faça suas conclusões do fato estudado. iv. outro método é o autorrelato. neste, o pesquisado cria narrativas, de forma oral ou escrita, dos fenômenos relacionados com a pesquisa. considerando o contexto apresentado, assinale a alternativa correta. escolha uma: a. apenas as afirmativas i e ii estão corretas. b. apenas as afirmativas i, ii e iv estão corretas. correto c. apenas as afirmativas iii e iv estão corretas. d. as afirmativas i, ii, iii e iv estão corretas. e. apenas as afirmativas i, ii e iii estão corretas.
Respostas: 1
question
Psicologia, 25.10.2015 03:17
Oque vemos acontecer é que a integração de novos acaba acontecendo por meio de conversas de alguns poucos minutos na unidade de registro e cadastro de pessoal ou na unidade de recrutamento e seleção. quais problemas essa prática pode acarretar ,tanto para o funcionário ,quanto para a organização
Respostas: 1
question
Psicologia, 19.08.2019 00:49
Iniciar um processo de pesquisa não é uma tarefa tão simples. o pesquisador precisa conhecer os pormenores daquilo que deseja investigar e que este assunto forneça alguma relevância para a sociedade. no caso do desenvolvimento infantil, todos os esforços devem estar voltados a proporcionar e facilitar um desenvolvimento saudável e seguro, para que as crianças consigam absorver e evoluir em todas as suas potencialidades. tomando como referência a pesquisa científica, bem como os assuntos relacionados a ela, julgue as afirmativas a seguir em (v) verdadeiras ou (f) falsas. ( ) na fase de formulação de conclusão provisória, tábata irá analisar se todas as hipóteses que apontou em seu diário de pesquisa são satisfatórias para a pesquisa. ( ) para que a pesquisa tenha cunho científico, bento precisará publicar seus resultados em uma revista científica com amplo alcance mundial. ( ) vinícius escolheu como método de pesquisa o experimento. ele optou por este, pois consegue colocar as crianças em um ambiente seguro para manipular variáveis. ( ) bruna escolheu como metodologia de coleta de dados a observação naturalística. dessa forma, conseguirá reunir um grupo de crianças em uma sala preparada para a experiência. assinale a alternativa que apresenta a sequência correta: escolha uma: a. v – f – v – f. b. f – f – v – v. c. f – f – v – f. d. f – v – f – v. e. v – v – f – f.
Respostas: 2
question
Psicologia, 14.08.2018 16:10
Leia a frase abaixo e complete as lacunas. uma equipe é formada, portanto, por diversos que apresentam uma estruturação de trabalho, com procedimentos metodológicos e bem delineados para serem implantados e repensados futuramente. assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas presentes na frase acima. escolha uma: a. professores, exercícios, avaliativos b. profissionais, atividades, estruturados c. psicólogos, avaliações, objetivos d. educadores especiais, objetivos, exercícios e. profissionais, objetivos, avaliativos
Respostas: 2
Você sabe a resposta certa?
Texto 1: Um pai denunciou uma professora da rede estadual de ensino em São Francisco, no Norte de M...
Perguntas
question
Matemática, 30.12.2021 05:10
question
ENEM, 30.12.2021 05:10
question
Inglês, 30.12.2021 05:20